Login

Dizer Adeus: O que acontece quando sua startup sai do jogo?

Explore as nuances emocionais e financeiras por trás do encerramento de uma startup e como as estratégias de saída podem impactar futuros empreendimentos.

Começar uma startup é o sonho de muitos empreendedores. O processo de criar uma empresa do zero e vê-la crescer pode ser uma experiência gratificante e emocionante. No entanto, a realidade é que nem todas as startups chegam ao fim. Na verdade, a maioria das startups fracassa. Segundo relatório do Statista, cerca de 90% das startups falham nos primeiros cinco anos de operação. Atualmente, em África, houve poucas saídas proeminentes, como a Paystack, que foi adquirida pela Stripe por 200 milhões de dólares, e a InstaDeep Ltd, que foi comprada pela BioNTech SE por 684 milhões de dólares, na maior aquisição de África até à data.

Mesmo que sua startup passe dos primeiros anos, não há garantia de sucesso. Existem muitos fatores que podem levar ao fracasso de uma startup, como má gestão, falta de financiamento ou até mesmo um mercado desfavorável. No entanto, o que acontece quando uma startup tem sucesso? O que acontece quando uma startup finalmente sai do jogo? Dizer adeus a uma startup pode ser uma experiência emocionante e desafiadora para muitos empreendedores. Veja o que acontece quando sua startup sai do jogo.

A Montanha-Russa Emocional:

Para muitos empreendedores, sua startup é como se fosse um filho. Eles investiram inúmeras horas, dinheiro e energia na construção da empresa. Quando chega a hora de dizer adeus, pode parecer uma perda significativa. É normal sentir uma série de emoções ao sair de uma startup. Algumas das emoções que você pode sentir incluem:

  • Alívio: administrar uma startup pode ser extremamente estressante. Quando a empresa é vendida, pode parecer que um peso foi tirado de seus ombros.
  • Tristeza: mesmo que você esteja pronto para seguir em frente, dizer adeus a algo que construiu pode ser difícil.
  • Arrependimento: você pode se perguntar se poderia ter feito as coisas de maneira diferente para manter a empresa funcionando.
  • Empolgação: Sair de uma startup também pode ser um momento para novos começos. Você pode estar animado com o que vem a seguir.
  • Incerteza: quando você está focado em uma coisa há tanto tempo, pode ser um desafio descobrir o que vem a seguir.

É essencial reconhecer e processar essas emoções, tanto para a sua saúde mental quanto para o sucesso de quaisquer empreendimentos futuros.

Um exemplo real de startup que saiu do jogo com sucesso é o Instagram. Kevin Systrom e Mike Krieger fundaram o Instagram em 2010 como um aplicativo de compartilhamento de fotos. O aplicativo rapidamente ganhou popularidade e se tornou uma das startups de maior sucesso da década. Em 2012, o Facebook adquiriu o Instagram por US$ 1 bilhão. A aquisição foi um ganho financeiro significativo para os fundadores e investidores. No entanto, a aquisição também foi uma experiência emocionante para Systrom e Krieger. Em entrevista ao The New York Times, Systrom disse: “Construímos algo que tocou a vida das pessoas de uma forma realmente significativa e agora será assumido por outra empresa. É um momento agridoce.” O impacto da saída do Instagram não foi sentido apenas pelos fundadores, mas também pelos funcionários. No entanto, o Facebook absorveu toda a equipe do Instagram, o que proporcionou uma sensação de segurança e estabilidade no emprego aos funcionários.

Ganhos (ou Perdas) Financeiros:

Um dos fatores mais significativos para a saída de uma startup é o ganho (ou perda) financeiro para os empreendedores envolvidos. Dependendo da estratégia de saída, você pode sair com ganhos financeiros significativos ou acabar perdendo dinheiro. Existem várias estratégias de saída para startups, incluindo:

  • Oferta Pública Inicial (IPO): É quando uma empresa abre o capital e as ações ficam disponíveis para compra na bolsa de valores.
  • Fusão ou Aquisição: ocorre quando outra empresa compra a startup.
  • Aquisição de Gestão: ocorre quando a equipe de gestão compra a empresa dos proprietários originais.
  • Liquidação: É quando uma empresa vende seus ativos para pagar suas dívidas.

Cada uma dessas estratégias de saída tem seus prós e contras, e o ganho ou perda financeira dependerá das circunstâncias específicas da startup.

Aprendendo com a saída de uma startup, os empreendedores podem adquirir insights valiosos para futuros empreendimentos e se preparar melhor para os desafios do mundo dos negócios.

Seja membro

O Founders Club é um hub dedicado a conectar e apoiar empreendedores, oferecendo experiências, benefícios exclusivos e trilhas de conhecimento contínuas. Junte-se a nós para acessar as melhores oportunidades e fazer parte do principal hub de negócios para Founders no Brasil!

Posts relacionados